Porquê algodão orgânico certificado?

 

Os bebés ainda não desenvolveram um sistema imunitário robusto e são mais suscetíveis a alergias e eczema. O algodão orgânico não contém substâncias tóxicas, sendo assim mais adequado para a pele dos bebés. O algodão orgânico é também mais suave e permite uma melhor respiração da pele.

Os produtos químicos utilizados na produção do algodão não orgânico são prejudiciais para a atmosfera, para o solo, e para todos os trabalhadores envolvidos na sua produção. Quase todas as nossas marcas usam algodão com certificado GOTS ou tecidos com certificado Oeko-Tex Standard 100.


O que é a certificação GOTS?

Global Organic Textile Standard (GOTS) é uma certificação utilizada em todo o mundo que garante que os produtos têxteis orgânicos que adquirimos são saudáveis e seguros, tanto para nós como para o ambiente, e proporcionam um ambiente de trabalho justo para aqueles que os fabricam.

O objetivo do GOTS é ser um recurso credível para os consumidores que procuram tecidos produzidos recorrendo a métodos ambiental e socialmente responsáveis. Estes tecidos são livres de substâncias químicas nocivas, e os resultados da sua produção não representam uma ameaça para o ambiente nem para as comunidades em que são produzidos. Esta certificação garante que nenhum produto químico nocivo ou tóxico é utilizado desde a colheita até ao fabrico, incluindo o tingimento, a lavagem e os processos de acabamento. O GOTS examina também a eliminação de resíduos e o tratamento de águas residuais. Diretrizes rígidas têm igualmente que ser cumpridas relativamente a condições de trabalho: as empresas devem criar um ambiente de trabalho seguro e higiénico, com salários justos, horas de trabalho adequadas e sem recurso ao trabalho infantil. Saiba mais sobre o GOTS.


O que é a certificação OCS?

Para os produtos que não possuem apenas algodão, como o veludo, algumas marcas usam o Organic Content Standard (OCS). Esta norma, desenvolvida pela Textile Exchange Organization, depende de uma verificação realizada por terceiros para validar que o produto final contém a quantidade exata de um determinado material cultivado organicamente. Saiba mais sobre o OCS.


O que é o Oeko-Tex Standard?

O Oeko-Tex Standard 100, desenvolvido por um grupo de institutos europeus de têxteis, é um programa global de testagem e acreditação para o rastreio de substâncias nocivas em têxteis. Os produtos com o certificado Oeko-Tex são testados e possuem a garantia de não possuírem substâncias nocivas, incluindo toxinas e substâncias irritantes.

Os requisitos deste certificado não estão relacionados apenas com os têxteis e fios, mas também com estampas, motivos e acessórios. Os requisitos são rígidos para os têxteis que estão em contato direto com a pele e são ainda mais rigorosos nos têxteis para recém-nascidos e crianças até 3 anos de idade.

Alguns exemplos de substâncias controladas:

- formaldeído

- pesticidas e desfolhantes

- pentaclorofenol e tetraclorofenol, usados como conservantes, assim como ortofenilfenol e conservantes orgânicos e pesticidas TBT, TPhT e DBT

- metais pesados: crómio, cobalto, níquel, cobre, cádmio, antimónio, arsénico, chumbo e mercúrio

- corantes especiais, corantes azóicos, pigmentos e aminas, que se suspeita serem carcinogénicos

- ftalatos

- fibras de amianto

Adicionalmente a estas substâncias, existem também restrições relativamente à libertação de corantes e à evaporação de compostos orgânicos.

De acordo com o certificado Oeko-Tex, estas substâncias não podem ser encontradas nas roupas, o que significa que os fabricantes não podem, por sua vez, usá-las na sua produção. Assim, o certificado Oeko-Tex não só é um sinal de garantia e confiança para os nossos filhos, mas também para o meio ambiente. Saiba mais sobre o Oeko-Tex standard

Left Continuar a comprar
A sua encomenda

Não tem artigos no seu carrinho